Como eliminar de forma natural o oídio do pessegueiro – IdaiNature | Productos bioestimulantes y de biocontrol
 In Sabia que...

O oídio, também conhecido como cinzeiro, é uma doença das árvores frutíferas de caroço, causada pelos fungos Sphaerotheca pannosa e Podosphaera tridactyla e que afeta principalmente e de forma mais significativa o pessegueiro, assim como a árvore da nectarina e o damasqueiro.

É importante detetar a sua presença atempadamente, já que pode chegar a causar grandes danos nas culturas, e podemos fazê-lo observando e identificando as características manchas de pó branco com textura de algodão que aparecem nas folhas, rebentos e/ou frutos.

De seguida apresentaremos a informação básica sobre o oídio para poder evitá-lo, ou, se necessário, minimizar o seu impacto nas árvores frutíferas de caroço:

  • Ciclo do fungo:

Durante o inverno, o fungo gera micélio para se alimentar e preserva os seus esporos em estruturas chamadas cleistotécios.

Com a chegada da primavera, são libertados os esporos que ajudarão o fungo a propagar-se e a colonizar novas partes da cultura. O seu desenvolvimento é favorecido em ambientes húmidos com temperaturas amenas. A chuva e as altas temperaturas que podem ser atingidas no verão ajudarão a desacelerar a infeção.

O fungo continuará a propagar-se em maior ou menor grau até ao outono, dependendo das condições ambientais, e voltará a produzir cleistotécios para proteger os esporos durante o inverno.

  • Principais danos:
  • Diretos: Enfraquecimento da cultura ao alimentar-se dela e da sua produção quando o fungo ataca diretamente os gomos ou frutos recém-formados.
  • Indiretos: Perda de capacidade fotossintética devido à ausência de luz quando o fungo cobre a face superior das folhas e dificuldade respiratória quando o fungo cobre a face inferior. Estas dificuldades podem levar a que os frutos não amadureçam e que sejam de qualidade inferior.

 

  • Como é que o detetamos?

Como indicado anteriormente, o fungo gera um pó branco com textura de algodão que pode observar-se em folhas, rebentos e/ou frutos.

Há que estar atento e ter atenção à combinação de temperaturas amenas e humidade ambiental elevada, porque é quando se desenvolve mais rápido e é mais fácil detetar a sua presença.

  • Como é o combatemos?

Para evitar a sua presença na nossa parcela, é muito importante que realizemos uma gestão adequada. A prevenção é sempre a nossa melhor arma contra qualquer tipo de praga ou doença.

Por isso, seria aconselhável.

  • Adaptar a rega de acordo com as condições ambientais.
  • Evitar o excesso de adubo.
  • Eliminar as ervas daninhas.
  • Favorecer a ventilação.

Para além disso, podemos sempre recorrer a produtos específicos para fazer-lhe frente e evitar danos graves na cultura.

Na Idai Nature recomendamos o uso de soluções naturais como o OROCIDE (N.º de registo: ES-00867), formulado a partir óleo de laranja a 6%, devido à sua elevada eficácia e porque não cria resistência.

Recent Posts

Quer trabalhar connosco? Contate-Nos